top of page

Fortes acidentes e recordes quebrados marcam a BRL no Canadá.

Um novo piloto se consagra na F2, enquanto que Sirah coloca seu nome no livro de recordes da BRL.

BRL Vitinho e BRL João Pedro lado a lado na largada da categoria F1.


No último fim de semana, a BRL realizou a terceira etapa das categorias F1 e F2, no circuito Gilles Villeneuve, em Montreal, no Canadá. Em uma pista onde possui alguns pontos de ultrapassagem, e uma grande facilidade em adquirir punições de tempo, os pilotos tiveram que mostrar todas as suas habilidades, e contar com a sorte, para superar os desafios que este circuito impõe.


Pela categoria F2, foi mais um show garantido. Com duas mudanças climáticas ao longo da prova, e bandeira verde do início ao fim, todos conheceram um novo vencedor na história da BRL. Mesmo com 18 segundos de punição e uma briga acirrada com DTO Becker por boa parte da corrida, PIRA MiNioN abriu vantagem para a concorrência para conquistar sua primeira vitória na BRL, e se manter forte na briga pelo campeonato. O líder, TGR CHARLOZ, bateu logo no final da primeira volta, no famoso muro dos campeões.

Final da corrida na categoria F2.


Já na categoria F1, a chuva não apareceu, porém a emoção sim. Logo no final da terceira volta, o Safety Car fez a sua primeira aparição após um acidente de TGR Clovizz, e fez alguns pilotos irem para os boxes, inclusive BRL Sirah, líder do campeonato e que tinha acabado de danificar sua asa dianteira. Em um cenário de mudanças, BRL João Pedro e BRL Perondi se tornaram os principais postulantes a vitória, até a volta 17. TGR PHSILVA perdeu o controle da sua Red Bull e rodou na última curva, e ficou atravessado no meio da pista. João e Perondi não tiveram como desviar, e se chocaram com PHSILVA, perdendo asa dianteira, e muito tempo.

TGR PHSILVA rodado na última curva, na volta 17 de 35.


Por conta desse acidente, e após outro Safety Car no final da prova, Sirah conseguiu uma vitória improvável, após cair para a décima segunda posição, e quebrou um recorde na BRL, que já era dele. Essa vitória foi a nona seguida de Sirah (considerando as últimas seis etapas da S9 e as três primeiras da S10), o que é um recorde de maior número de vitórias consecutivas na história da BRL. Até então, o recorde era também dele, com oito vitórias seguidas, que foram conquistadas entre os GPs da Inglaterra, e do México, na S8, no game F1 2018.

Com essa vitória, Sirah alcança 76 pontos no campeonato, com três vitórias nas três primeiras corridas. Mas faltando onze etapas para o término da temporada, a maior certeza do momento, é que nada está definido.

22 visualizações0 comentário
bottom of page