top of page

BRL Gabriel vence etapa inaugural da T9 da BRL

Paulista de 17 anos começa temporada na frente e conquista sua 18ª vitória na liga.

No último domingo, aconteceu a etapa inaugural da 9ª temporada da Brazilian Racing League, no grande prêmio da Austrália de Fórmula 1, no F1 2019 no Xbox One. Por 29 voltas, os pilotos tiveram que demonstrar o melhor de suas habilidades para ficarem no Top 10, e a consequência disso foi muitas disputas, com ultrapassagens e algumas batidas. Logo no treino classificatório, os pilotos deram para o público, uma dimensão do equilíbrio que a corrida teria. BRL Bruno Will, Vice-campeão da última temporada, cravou a pole position com um tempo de 1:20:046, e ficou somente 0,004 na frente do atual campeão, BRL Gabriel, que largou em 2º com o tempo de 1:20:050. E não só isso, a diferença entre o pole position e o 10º colocado foi de menos de 1 segundo na classificação, o que prova o tamanho equilíbrio entre os pilotos. Confira o resultado final da classificação:

A corrida tinha previsão de pista seca da largada a chegada, e com as estratégias definidas, tudo estava pronto para a abertura da temporada 9 da BRL começar após o apagar das luzes vermelhas. Na largada, BRL Gabriel assumiu a ponta, enquanto que tijoloroxo, ao tentar uma manobra em BRL João Pedro pela 4ª posição, não conseguiu sair bem da curva 4 e perdeu duas posições, para Vitinhoneverend e BRL Marianne. Marianne inclusive, que é a 1ª piloto feminina da história da BRL.


Com o passar da corrida, os pelotões começaram a se formar, e com a liberação do DRS, as disputas se intensificaram. E com isso, alguns pilotos, ao irem além do limite, cometeram alguns erros. II Under II, na volta 3, rodou na curva 12 e foi obrigado a ir para os boxes, e BRL João Pedro, no fim da volta 5, bateu no muro dos boxes após perder a traseira de seu carro na saída da última curva, e danificou sua asa dianteira. Eles foram os primeiros a pararem nos boxes e alterarem suas estratégias, junto de BRL Victor, que foi para os boxes logo na volta 1.

No entanto, a partir da volta 6, os abandonos começaram a aparecer. BRL Marianne, que até então vinha na 5ª posição após o acidente de BRL João Pedro, perdeu o controle de sua Mercedes na saída da curva 5 e bateu forte, o que causou dano terminal em seu carro. Além disso, SSR João Paulo, na curva 1, colidiu com DTO Felipe, e o alto dano no carro forçou o piloto da Williams a abandonar a corrida precocemente. A partir da volta 7, a janela de paradas estava aberta e os pilotos começaram a vir para os boxes para trocarem os pneus. Foi o caso de BRL Gabriel e BRL Perondi, que optaram pelos pneus duros para irem até o fim sem parar. Na volta seguinte, foi a vez de Bruno Will ir para o pit, e voltou na frente de Perondi, segurando a 2ª posição provisória, e atrás de Gabriel, que havia aberto uma vantagem de 4 segundos. Com uma estratégia diferente, SPLAY MATHEUSGH e DTO FELIPE se mantiveram na pista com pneus mais duros, e protagonizaram uma grande disputa, com a companhia de DTO PAULOC, que arriscava a levar seus pneus macios adiante. Na volta 11, Gabriel fez ultrapassagens nos 3 pilotos, e reassumiu a liderança, enquanto que PAULOC foi para os boxes no fim da mesma.

Ao chegarem na metade da prova, os pilotos buscavam balancear a cautela e a agressividade, para minimizarem as chances de um acidente ou de receberem uma punição de tempo. O TOP 10, na ordem: BRL Gabriel, BRL Bruno Will, BRL Perondi, SSR Vitor Nunes, tijoloroxo, BRL Victor, SPLAY MATHEUSGH, DTO PAULOC, DTO FELIPE e TGR CLOVIZZ. O circuito de Melbourne é um circuito que possui poucos pontos de ultrapassagem, apesar das 3 zonas de DRS, e com isso as disputas cessaram. Com 10 voltas para o fim da prova, as disputas restantes eram entre BRL Bruno Will e BRL Perondi pelo 2º lugar, e uma batalha tripla entre DTO PAULOC, SPLAY MATHEUSGH e DTO FELIPE pela 5ª colocação, e na mesma volta, MATHEUSGH rodou na entrada na curva 12, o que o tirou da disputa pelo 5º lugar. Na volta 24, BRL Bruno Will e BRL Perondi se colidiram, e essa colisão custou caro para o piloto da McLaren, pois danificou sua asa dianteira e deu margem para a aproximação de tijoloroxo, que no fim da prova ultrapassou Perondi na linha de chegada e conquistou um pódio, em sua estréia na BRL. A prova conteve 5 abandonos, onde os pilotos se acidentaram com dano terminal nas curvas 5 e 12, com excessão de BATISTENHO, que abandonou ao entrar nos boxes no fim da volta 27. Os pilotos que abandonaram foram: BATISTENHO, TGR GabRope3, Vitinhoneverend, SSR João Paulo, e BRL Marianne. Na liderança da prova, BRL Gabriel foi soberano. Apesar de receber 3 punições de tempo por exceder os limites de pista, o piloto da Williams se aproveitou da disputa entre BRL Bruno Will e BRL Perondi e abriu uma vantagem de 19,5 segundos para o 2º colocado e conquistou a vitória no grande prêmio da Austrália, pela 2ª vez na liga. Bruno Will fechou na 2ª posição, e tijoloroxo completou o pódio. Confira a classificação final da etapa:

Na BRL, a pontuação é igual ao sistema de pontos na Fórmula 1. Portanto a ordem do Top 10 é a ordem da classificação no campeonato de pilotos. Como a volta mais rápida foi de BRL Victor, e ele fechou a corrida na 12ª posição, nenhum piloto conquistou o ponto extra. Já nos construtores, a Williams lidera com 25 pontos, enquanto que a vice-liderança contém um empate triplo entre Alfa Romeo, McLaren e Haas. Confira a pontuação de pilotos e construtores:



A BRL voltará a ação no próximo dia 01/09, com a 2ª etapa da temporada no grande prêmio do Bahrein, com a narração de Márcio Sierote em youtube.com/BRLTV.

Confira todos os detalhes da 1ª etapa em:


20 visualizações0 comentário
bottom of page